/ Notícias / Estudantes apresentam protótipo de higienizador automático de corrimãos

Estudantes apresentam protótipo de higienizador automático de corrimãos

Publicado em

Três alunos do curso Técnico em Mecânica (Ensino Médio Integrado) do Campus Paranaguá desenvolveram um protótipo de higienizador automático de corrimãos. O trabalho está sendo apresentado e avaliado na categoria “Engenharia” da 10ª edição da Feira de Inovação das Ciências e Engenharias (FIciencias), que divulgará os projetos vencedores nesta sexta-feira (12).

O equipamento, que está sendo desenvolvido pelos estudantes Matheus Felipe Santos da Silva, Laura Karine Heredia Vieira e Vitor Augusto Gomes Mattar, funciona com dois robôs, em formato de carrinho, que se encaixa no corrimão e funciona a partir de um sensor de aproximação que aciona o dispositivo para movimentar e borrifar a superfície com álcool.

“O protótipo foi feito a partir de um Arduino, que é uma placa de prototipagem eletrônica de código aberto e de baixo custo. O mecanismo de funcionamento é similar ao do para-brisa do Fusca. Muitas tentativas foram feitas até chegarmos nesse modelo, que deu certo. Estamos felizes por todo o esforço empenho da equipe e, com isso, conseguindo participar dessa edição da FIciencias”, disse Matheus.

Uma das motivações desse projeto foi contribuir para o desenvolvimento de novas soluções que atuem na prevenção e no combate à covid-19.

Neste vídeo, os próprios estudantes apresentam o projeto:

Metodologia Hands On

Segundo o orientador do projeto, o professor Rafael Rogora Kawano, o grande desafio foi fazer esse projeto se desenvolver em um período de pandemia, enquanto os laboratórios do IFPR estavam fechados.

“Foi uma experiência de muito aprendizado para os alunos e para mim também. Tivemos que aprender a trabalhar a distância, a comunicação entre todos teve que ser mais intensa para finalizar o protótipo. Queríamos muito participar da FIciencias e valeu a pena todo o esforço”, explicou o professor.

A estimativa de Kawano é que o primeiro protótipo comece a ser testado em dezembro, no próprio campus do Instituto, em Paranaguá. “A vantagem é a rapidez de higienização que esse equipamento permite. Nossa ideia é expandir esse projeto para outros ambientes”, disse.

Para Andréa Pavei Schmoeller, coordenadora geral da FIciencias, um dos objetivos da feira é estimular o interesse dos alunos nas ciências e, ao mesmo tempo, contribuir para a resolução de problemas concretos.

“A FIciencias vem ajudando, há 10 anos, a despertar o interesse pela ciência, tecnologia e inovação nas escolas, através da metodologia hands on, na qual o aluno é o protagonista e o desenvolvedor da aprendizagem, em atividades onde é necessário colocar a mão na massa para construir produtos ou protótipos que resultem em soluções criativas para os problemas cotidianos”, afirmou Andrea.

Com checagem e informações da Assessoria de Comunicação da Fundação Parque Tecnológico Itaipu (PTI).

 

 

 

Leia mais

Rua Antonio Carlos Rodrigues,  n.º 453 – Porto Seguro – CEP 83215-750 – Paranaguá PR | Fone: (41) 3300-0134

Topo